Finding and sharing solutions to

protect our soils

Europe's soil research hub

Who is RECARE-Hub for?

Farmers & Forestry

RECARE-Hub contains the latest information on preventing soil threats, and cost-benefit analysis on proven remediation techniques.

Industry

Discover innovative sustainable land management measures that can combat threats to key soil functions.

Policy makers

Find out more about land care strategies relevant to your region and our integrated assessment of existing soil related policy.

Researchers

Access a wealth of European research data on soil threats and the efficacy of land care strategies.

Teachers & environmentalists

Whether you're a teacher or a concerned environmentalist, find out why Europe's soils are under threat and what researchers are doing to help combat the problems.

Resources designed for you

 

The soil that underpins Europe's agricultural systems faces numerous threats.

If you are interested in learning about specific soil threats, you can explore the individual threats below. If you want detailed guidance for assessing soil degradation or learning about management measures to prevent and remediate against soil degradation, you might want to head straight over to RECARE's resources.

 

RESOURCES

Caramulo, Portugal

Sobre o Projeto RECARE

Devido às mudanças climáticas e à crescente intervenção humana, os solos estão progressivamente sob ameaça de um vasto conjunto de processos, como erosão do solo, compactação, desertifi cação,impermeabilização, contaminação e outros. Eles precisam de ser protegidos e conservados de forma adequada para assegurar que os seus diversos serviços e funções, como a produção de alimentos, a criação de zonas tampão e de fi ltração de água e o armazenamento de nutrientes e de carbono, não são perdidos ou reduzidos. O Projeto RECARE reuniu uma equipa multidisciplinar de 27 organizações diversas para encontrar formas de avaliação das atuais ameaças aos solos e encontrar soluções inovadoras para prevenir processos futuros de degradação do solo por toda a Europa.

Como os problemas de degradação do solo são causados pelarelação entre fatores biofísicos, socioeconómicos e políticos, os quais variam por toda a Europa, esses problemas são por definição específicos de uma área e ocorrem a diferentes escalas. Neste sentido, estão incluídos no RECARE 17 casos de estudo de ameaças ao solo, onde se irão estudar as várias condições que ocorrem pela Europa e tentar encontrar respostas apropriadas, usando uma abordagem inovadora que combine os conhecimentos científico e local. Ao integrar os resultados dos Casos de Estudo, as lacunas de conhecimento da nossa compreensão dos sistemas do solo e a sua interação com o Homem podem ser abordadas, e conclusões mais gerais podem ser tiradas para cada ameaça ao solo a uma escala europeia mais alargada.

Principal ameaça do solo 

Postfire MulchingTA Serra do Caramulo, localizada na região Centro de Portugal, é uma área vulnerável à erosão hídrica do solo, em particular após a ocorrência de incêndios florestais. Ao longo dos últimos anos, têm-se verificado que os incêndios florestais podem causar elevadas e, por vezes, extremas perdas de solos, o que compromete a recuperação dos ecossistemas. A erosão do solo pós- incêndio representa também uma séria ameaça à jusante, podendo causar cheias bem como assoreamento e poluição de cursos de água com sedimentos e cinzas.
Os incêndios florestais são um fenómeno recorrente em Portugal, inclusive na área de estudo do RECARE. Este regime de fogo deve-se às condições climatéricas propícias aos incêndios, mas também às mudanças no uso do solo, em particular a expansão de plantações com espécies florestais combustíveis em conjunto com o abandono do território. A gestão pós-incêndio em Portugal está geralmente limitada às operações florestais ‘regulares’, como o corte e plantação. 

Atividades do RECARE

Experiências de campo recentes demonstraram que a aplicação dos sobrantes florestais no solo (mulch) é altamente eficiente na redução da erosão pós-incêndio. Continuam, no entanto, existis várias lacunas de carácter científico sobre a utilização desta técnica após incêndios, nomeadamente:

i. a sua efetividade com quantidades de mulch mais reduzidas (e, portanto, mais baratas);
ii. a sua efetividade à escala da paisagem, usando esquemas de aplicação espacialmente explícitos (p.e. em faixas);
iii. a sua efetividade em comparação com outras medidas de estabilização de emergência;
iv. a sua efetividade em combinação com operações florestais regulares", em particular o corte.

Envolvimento dos agentes

Os utilizadores finais e os grupos de agentes locais mais relevantes para uma boa execução do RECARE incluem:

• Proprietários florestais privados, associações florestais e/ou organizações de produtores florestais;
• Conselhos diretivos dos baldios ou assembleia dos compartes dos baldios;
• Câmaras Municipais (p.e. municípios de Tondela e Águeda) e Juntas de Freguesias (p.e. São João do Monte e Mosteirinho);
• Gabinetes Técnicos Florestais (p.e. municípios de Tondela e Águeda);
• Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas;
• Autoridade Nacional de Proteção Civil e corporações de bombeiros;
• Empresas de madeiras e celuloses.

O objetivo do projeto é conseguir um envolvimento ativo dos agentes institucionais e particulares durante todo o processo de definição, implementação, monitorização e avaliação das medidas de prevenção e de restauro, e na instalação das áreas de demonstração.

Igualdade de géneros

Os agentes convidados para os workshops realizados no caso de estudo português incluíram homens e mulheres. A maioria dos participantes foram homens, representando proprietários florestais e o setor privado. As entidades governamentais, não-governamentais e de investigação foram representadas por homens e mulheres. Os participantes acreditam que a mudança para uma gestão sustentável da paisagem seria muito benéfica para todos

Contatos

Nomes: Jan Jacob Keizer & Sandra Valente
Funções: coordenador da equipa & investigadora responsável pela colaboração com os agentes e comunidades locais

Morada:
earth surface processes team (www.cesam.ua.pt/teamsite)
CESAM – Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, Departamento de Ambiente e Ordenamento, Universidade de Aveiro, 3810-193 Aveiro, Portugal

Telemóvel: 936346447 & 969331052
Email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. & This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pagina internet: Jan Jacob Keizer & Sandra Valente

More information about the RECARE project in Portugese can be found in the project leaflet here. A printable version of the leaflet can be downloaded from here

 

Case Study Sites

 Click on the map below to find out more about RECARE's case study sites
Case Studies

Project Partners

ABOUT US

RECARE is multidisciplinary team of 27 different organisations assessing the current threats to Europe's soils and innovative solutions to prevent further soil degradation.

Academic Contact
Professor Coen Ritsema 
Wageningen University
E: coen.ritsema[AT]wur.nl

Media Contact
Dr Matt Reed
E: mreed[AT]glos.ac.uk

Funding

Funded by the European Commission FP7 Programme, ENV.2013.6.2-4 ‘Sustainable land care in Europe’.

EU grant agreement: 603498.

Project officer: Maria Yeroyanni.

European Commission logo